Automedicação com Finalidade Estética

um estudo de prevalência entre estudantes universitários

  • Leonardo de Souza Silva Faculdade Cambury
  • Talita Ramos Silva
  • Daiane Martins Moreira
  • Denise Rodrigues da Silva
  • Sâmila Hagda Rodrigues Martins
Palavras-chave: automedicação, fármacos diuréticos, sibutramina, medicamentos para fins estéticos

Resumo

O uso de medicamentos sem a devida orientação de um profissional de saúde pode acarretar diversos resultados adversos e indesejáveis para o usuário. Atualmente é cada vez maior a busca pelo ideal estético de corpo perfeito veiculado pela mídia. Nesse intento é comum observar pessoas que não respeitam os limites de seus corpos e de sua saúde tentando alcançar, a qualquer custo, esse padrão de beleza, sendo este geralmente magro e esbelto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a prevalência quanto à automedicação com finalidade estética entre os estudantes do curso de estética da faculdade Cambury. O presente trabalho se caracteriza por um estudo observacional, descritivo e transversal. Através de um questionário foi possível notar que a faixa etária e o gênero que mais utiliza medicamentos com finalidade estética são mulheres entre 17 e 25 anos.  Os principais fármacos utilizados por esse grupo são a sibutramina e isotretinoína. Outro dado importante foi à automedicação de diuréticos como hidroclorotiazida e furosemida. O uso desses diuréticos foi indicado por balconistas de farmácia em todos os casos.

Publicado
2018-12-17
Seção
Artigos Científicos